quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

Polémicas

Não aprecio polémicas quando as polémicas só servem para gerar discussões, ódio e falta de respeito pelo próximo. Na grande maioria, as polémicas apenas servem para fama e alarido, fazem-se textos onde meramente incitam há violência gratuita, imagens que tocam os seres pequenos e influenciados não por aquilo que pensam mas por aquilo que alguém os leva a pensar. Na grande maioria, muita gente fala mas pouca gente age e muda alguma coisa em prol da sua causa.

Uma pessoa negra morre nas mãos de brancos e uma pessoa branca morre nas mãos de negros.

Um morreu no local do crime, foi noticia. O outro ainda conseguiu lutar no hospital até perder a vida, quando a perdeu também foi noticia. Em ambos os casos, os suspeitos estão identificados.

São pessoas, causam dor!

É um ser humano que foi atingido pelo ódio, seja ele pela cor da pele ou por situações sociais. São pais com um vazio eterno, são familiares devastados, são amigos com saudades, são amores que deixam de ter coração, são filhos que ficam descalços, são almas que perdem o propósito de vida, são vidas que ficam condenadas a atitudes inclassificáveis e que merecem justiça.

A revolta devia ser pela justiça que lhes é atribuída, que essa sim é delinquente.

terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Feliz 2020

"É dentro de si que o novo ano dorme e espera desde sempre."
(Carlos Drummond de Andrade)


Que 2020 tenha destinado nas vossas caminhadas a saúde necessária para reagirem com força a todos os obstáculos que vos farão crescer, a perseverança de lutar pelos vossos sonhos, o amor em cada gesto e a alegria nos vossos corações. 
Nada muda se vocês não mudarem. 
Nada entra se não deixarem a porta ficar livre. 
Um sorriso muda o mundo!

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Lista para 2020

E de repente estamos no final do ano!




Quem me conhece pessoalmente sabe que eu tenho muitos sonhos mas poucas metas, nunca fui de criar listas "To Do" para o inicio de cada ano mas vou experimentar em 2020 e quem sabe se não resulta…

1. Dizem que em relações felizes o casal engorda nos primeiros tempos de vida de ajuntamento. Bem, no meu caso aconteceu precisamente isso. Estou a estipular perder os 8kg que aumentei, não pela imagem mas pela saúde pois sinto-me mais cansada e pouco ativa. Os triglicéridos estão muito altos e tenho de resolver esta questão.

2. Voltar a dançar, deixei de ir às aulas de dança em Julho e estão a fazer-me falta.

3. Retomar o reiki e aprender a fazer meditação.

4. Colocar num caderno o plano de negócio próprio que imaginei.

5. Aprender a relaxar no dia-a-dia, vou pesquisar algumas técnicas para me abstrair do mundo citadino que me rodeia. Aceitam-se sugestões.

6. Tenho o casamento da minha amiga de infância em Setembro e quero usar um vestido Tcharan! Que seja sublime e ao mesmo tempo tape "misérias". Cores filtradas para já: vermelho, verde petróleo ou azul bic. Já não compro um vestidinho assim há muitos anos.

7. Gostava de experimentar um  novo destino de férias, no ano passado fiz turismo interno pelo nosso lindo país. Este ano quero ir mais longe.

8. Decorar a casa, na sua inteira expressão! Mudei-me em Novembro, ainda tenho muito para fazer mas vou começar pelos cortinados, já não consigo ver as janelas tão livres e ter cuidado a andar pela casa com as janelas tão expostas.

9. Inaugurar a casa para família e amigos.

10. Controlar mais os meus gastos financeiros e ter uma poupança, obrigar-me a colocar uma pequena parcela de lado todos os meses.

Vou começar por estes 10 objetivos, vejamos como correm.


sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Cabelos Curtos para Mulheres

Num mundo cada vez mais racional, liberal e único ainda ouço mulheres a dizer que embora precisem de contar o cabelo para um mega tratamento capilar que precisam de fazer, recusam-se a cortar o cabelo pois podem ficar a parecer lésbicas e por isso não fazem o tratamento.

Palavras duras que não gostei de ouvir, não que eu seja homossexual pois não consigo tolerar rótulos da sociedade.

Amigas, há cortes de cabelo curtos super na moda! Para mulheres que pretendem irreverencia, que precisam por saúde ou porque apenas sentem a necessidade radical de mudar. E tudo tem a ver com a autoestima que têm e com os preconceitos que criam para si mesmas.

Claro que os cortes de fotografias estão sempre arranjadinhos e saídos de cabeleireiro mas na vida real um bom corte não foge da imagem.








segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Há também coisas assim...

Em 10 anos a trabalhar ainda surpreendo o meu canto ingénuo e tolinho.

Ontem no jantar de natal da minha nova empresa, eis que uma das minhas colegas de trabalho decidiu roubar dois pares de sapatos e um casaco.

Isto na altura em que a mulherada já se descalçava para continuar a dançar à vontade na pista de dança, ela foi rondar as mesas que não eram da sede mas sim das lojas para ver os sapatos que lhe agradavam e experimentar o tamanho. Felicidade a dela que encontrou dois pares de sapatos caríssimos que gostou e decidiu colocar dentro da sua mala e da mala de outra colega. Ainda viu um casaco fabuloso, ao qual não resistiu e também se apoderou dele.

Imagino aquelas mulheres que queriam ir embora, foram buscar os seus pertences e "onde é que estão os meus sapatos?"

Ela tem fama e proveito, todos sabem, todos se riem muito do jeito dela e nada se faz ou se diz.

Ela gaba-se hoje em todos os departamentos e tudo passa em vão…

Para mim é uma doença…

segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Há coisas assim...

O Big Boss da empresa onde trabalho decidiu oferecer o valor da carta de condução a uma colaboradora. É uma tipa que teve uma vida difícil, desgraças seguidas de desgraças, apenas conseguiu estudar até ao secundário e não teve durante 16 anos de trabalho os fundos económicos suficientes para investir numa escola de condução. Tudo bem, até costumo concordar com estas situações mas como gestora, prefiro quando elas são materiais e porquê?

Na semana passada descobrimos este episódio, pois o patrão estava muito indignado e decidiu desabafar com o mundo porque este episódio ocorreu há 2 anos e até agora nada de carta de condução… Pois é... Indignado ao ponto de não querer oferecer este tipo de regalias a ninguém. Que culpa têm os restantes das escolhas erradas? E das prioridades dos valores serem tão diferentes? Quantos não puderam estudar mais ou quantos não passaram dificuldades? É uma pessoa que ganha muito acima da média na empresa.

Conclusão: foi um choque para os restantes colaboradores, acrescentou desmotivação e descrença na cultura da empresa.

Polémicas

Não aprecio polémicas quando as polémicas só servem para gerar discussões, ódio e falta de respeito pelo próximo. Na grande maioria, as polé...